antonio braz
Telefone: (18) 4101-1143 • (18) 3223-9880
Emails: contato@antoniabraz.com.br | antoniabraz@antoniabraz.com.br
Siga: palestraspalestraspalestrante Compartilhe:

Por que todos deveríamos aprender educação emocional?

26/02/18
Por que todos deveríamos aprender educação emocional?

A educação emocional pode revolucionar não só sua vida, como o mundo inteiro. E se isso pode parecer uma afirmação forte, acredite, ela não está nem perto do quanto essa educação emocional pode mesmo fazer a diferença.

E quando o assunto é educação emocional, poucos nomes (ou nenhum) aparecem mais do que o do pesquisador australiano Richard D. Roberts, ou como ele prefere ser chamado, só “Rich” mesmo.

De acordo com ele, “nenhuma nota individual é capaz de olhar o estudante efetivamente”. E talvez esse seja o problema da sociedade contemporânea: não enxergar isso.

Entendendo a educação emocional

Umas das afirmações que acompanham Rich é a de que a educação emocional pode resultar em um lucro maior para a pessoa e ainda uma economia de gastos públicos. De acordo com seus estudos, para um dólar que é investido nesse tipo de educação, o retorno é de sete dólares. E isso em benefícios não só para o aluno, mas também para todos que convivem com ele.

Isso se dá graças a números como a provável diminuição da probabilidade desse aluno cumprir pena, assim como a taxa de evasão escolar também cai drasticamente. Com isso, um cidadão que cumpre seu tempo na escola e não vai para a cadeia, o resultado é produtividade e criatividade.

Educação emocional e social estão intimamente ligadas

Mas o que é educação emocional? Simples, é um trabalho onde os alunos conseguem reconhecer suas próprias emoções e aprendem a lidar com elas.

Com isso em mente, impulsividade, ansiedade e agressividade, por exemplo, precisam ser administrados por meios de técnicas de psicologia e pedagogia. Sem entender como lidar com isso, é mais fácil que isso se transforme em problemas de relacionamento e convivência. E isso se reflete entre os alunos, mas também entre seus familiares.

O mais importante disso tudo é que ensina os alunos o quanto é importante lidar com aquilo que sente e o como eles são capazes de entender os sentimentos das pessoas ao seu redor. E se isso não é uma revolução que pode mudar o mundo, é difícil imaginar algo maior do que isso e com efeitos tão acertados.

Gostou? Então Compartilhe com seus amigos:
 
Comentários:
 
 
Últimos Artigos
News
Cadastre-se e receba informativos
VEJA UM VIDEO
 
Últimos Artigos
Palestras
Facebook
 
Siga: palestraspalestrantepalestrantes Compartilhe:
 
 

 
palestras © 2012 todos os direitos reservados
Web Design