antonio braz
Telefone: (18) 4101-1143 • (18) 3223-9880
Emails: contato@antoniabraz.com.br | antoniabraz@antoniabraz.com.br
Siga: palestraspalestraspalestrante Compartilhe:

As Conquistas das Mulheres: 10 fatos pra se inspirar

28/01/16
As Conquistas das Mulheres: 10 fatos pra se inspirar

Olhando todas as conquistas das mulheres fica até difícil imaginar que, há pouco tempo atrás, nós éramos delegadas a ficar em casa tomando conta da família e não tínhamos o menor direito. Nos últimos dois séculos, muitas de nós foram à luta e conquistaram muitos direitos importantes para transformar o mundo.

Porém, ainda existe muito a se conquistar. Apesar de todas as conquistas das mulheres, muitas ainda têm dificuldades de enxergar o seu potencial para fazer coisas grandiosas e marcar para sempre a vida das pessoas ao seu redor.

Por isso, hoje, eu separei 10 conquistas das mulheres brasileiras para você se inspirar e ir cada vez mais longe.

As conquistas da mulher brasileira

  1. Chiquinha Gonzaga foi a primeira mulher brasileira a estrear como maestrina. Em 1885, ela regeu A Corte da Roça e foi uma das principais percussoras do chorinho, compondo mais de duas mil canções, entre elas o clássico carnavalesco Ô abre alas que eu quero passar.
  2. O direito do voto às mulheres teve seu primeiro passo no Brasil em 1997 com a professora Deolinda Daltro. Ela fundou em 1910 o Partido Republicano Feminino e conduziu em 1917 a primeira passeata exigindo o direto de voto às mulheres no Brasil.
  3. Maria Leopoldina Josefa Carolina, a imperatriz do Brasil, teve uma das primeiras conquistas das mulheres no País. Em 1822, ela exerceu a regência na ausência de seu marido, Dom Pedro I. Durante esse período, a imperatriz escreveu uma carta à Portugal em que criticava o comando de D. Pedro e exigia que o marido proclamasse a independência.
  4. As conquistas das mulheres brasileiras nos postos de trabalho foram conquistadas a passos largos e um dos primeiros passos foi dado por Rita Lobato Velho, a primeira médica do País. Assim como as primeiras mulheres a trabalhar, ela encontrou dificuldades para se firmar e foi ridicularizada.
  5. Apenas 10 anos depois da passeata organizada por Deolinda Daltro que as mulheres puderam votar pela primeira vez através de mudanças eleitorais feitas por Juvenal Lamartine, governador do Rio Grande do Norte. Apenas 15 mulheres votaram, mas todas tiveram seus votos anulados e o direito ao voto só foi conquistado em 1932 através das mudanças eleitorais feitas por Getúlio Vargas. Apesar disso, em 1928, foi eleita a primeira prefeita da história do País: Alzira Soriano de Souza, em Lages, no Rio Grande do Norte.
  6. Maria Lenk é um marco na história do Brasil e das conquistas das mulheres. Ela tem um prêmio de natação com seu nome. E não é por menos. Maria Lenk foi a primeira atleta brasileira a participar de uma delegação olímpica em 1932.
  7. Um ano após uma das principais conquistas das mulheres brasileiras, o direito ao voto, Carlota Pereira de Queiroz é a única mulher, ao lado de outros 214 deputados, nas eleições para a Assembleia Constituinte.
  8. Maria Esther Andion Bueno é outro importante nome das conquistas das mulheres nos esportes. Em 1960, ela foi a primeira tenista a vencer Australian Open, Wimbledon, Roland Garros e US Open. Ela se tornou uma lenda no tênis mundial e conquistou quase 600 títulos em sua carreira.
  9. Essa não é a conquista de uma mulher, mas de toda a sociedade. Em 1985, foi criada a primeira Delegacia de Atendimento Especializado à Mulher em São Paulo. E logo essas delegacias foram espalhadas por todos os estados e a Câmara dos Deputados criou o Conselho Nacional dos Direitos da Mulher.
  10. Em 1996, a primeira mulher subiu ao cargo de presidência da Academia Brasileira de Letras. Nélida Piñon ficou no cargo até 1997, tendo entrado para a ABL em 1990.

Mulheres e suas conquistas na política

Como você pode ver, foram anos de conquistas e lutas para chegar onde estamos. E foi somente em 2010, com Dilma Roussef, que a primeira mulher foi eleita presidente do Brasil.

E mesmo o direito ao voto das mulheres ter sido conquistado em 1932, foi somente em 1990 que a primeira senadora foi eleita, Júnia Marise, do PDT/MG, e a primeira ministra nomeada, Zélia Cardoso de Mello, Ministra da Economia no governo Collor.

A primeira governadora só foi escolhida em 1994. Roseana Sarney tornou-se governadora do Maranhão e foi reeleita em 1998.

Foram muitas as conquistas das mulheres nos dois últimos séculos, mas ainda existe muito a se conquistar. E para isso, nós precisamos aumentar a autoestima das mulheres e mostrar que elas podem entrar para o hall de grandes conquistas.

Gostou? Então Compartilhe com seus amigos:
 
Comentários:
 
 
Últimos Artigos
News
Cadastre-se e receba informativos
VEJA UM VIDEO
 
Últimos Artigos
Palestras
Facebook
 
Siga: palestraspalestrantepalestrantes Compartilhe:
 
 

 
palestras © 2012 todos os direitos reservados
Web Design